61 3554-4427
instituto@igetran.com.br

Projetos

(61) 3554-4427

1 – Projeto Transitando no Futuro

O Projeto está fundamentado em duas frentes: Educação para o trânsito e mobilidade sustentável:

1.1 A frente que trata sobre educação para o trânsito está fundamentada na resolução 265/2007 do CONTRAN, que trás a possibilidade do processo de habilitação iniciar no ensino Médio. Na verdade foi uma forma encontrada pelo sistema nacional de trânsito, para garantir a promoção da educação para o trânsito na escola.
Atualmente o Igetran conta com duas escolas credenciadas, com mais de 400 alunos formados. O projeto tem funcionado como referência nacional, colaborando também com as pesquisas realizadas por alunos do curso de pós-graduação de psicólogos peritos em trânsito, bem como os alunos do curso de especialização em segurança de trânsito da fundação Universa.
Encontram-se credenciadas atualmente duas escolas no Distrito Federal:
O Centro Educacional Católica de Brasília – CECB, onde o projeto se tornou, depois de inserido no projeto político pedagógico, o Programa Motorista Cidadão, através da instrução de Serviço nº 233 de 30 de abril de 2011, DETRAN-DF, com a quarta turma formada, desde o ano de 2010, com mais de 390 alunos egressos.
O Centro Educacional CCI Sênior, onde o projeto se tornou, depois de inserido no projeto político pedagógico, o Programa de Educação para o Trânsito – PET/CCI, através da instrução de serviço nº 686 de 28 de novembro de 2013, DETRAN-DF, com a segunda turma em andamento, com 15 alunos egressos.

1.2 A frente que trata sobre mobilidade está fundamentada na demanda de estabelecimento de estratégias de acessibilidade a escola, priorizando modal sustentáveis, tais como: bicicleta, metrô e principalmente o transporte escolar.
O objetivo é reduzir o acesso a escola através do automóvel particular, estabelecendo uma nova cultura de utilização das vias públicas de forma sustentável e segura.
No Centro Educacional Católica de Brasília – CECB, o projeto teve início em 2011, e recebeu o nome de Plano de Mobilidade Sustentável e Segurança no Trânsito, culminou na formalização e organização do grupo de transportadores escolares, através da Associação dos Transportadores Escolares Católica de Brasília – ASTECA, congregando 22 Permissionários com o total de 45 veículos, saindo de 17% dos alunos transportados no ano de 2011 para 33% no ano de 2014.
No Centro Educacional CCI Sênior, o projeto permaneceu com o mesmo nome e teve início no ano de 2013, com 27% dos alunos transportados e o objetivo é chegar a 50%, além de colaborar para a expansão da escola.
Desse modo, a Igetran vem desenvolvendo seu trabalho de modo a inserir as escolas nessa nova realidade de sensibilização para uma mobilidade urbana segura e sustentável, colaborando para que as instituições educacionais cumpram seu papel legal e social de implementar a educação para o trânsito para toda a educação básica, conforme preconiza a Lei nº 9.503/97 em seu capítulo VI, trabalhando o tema trânsito de forma interdisciplinar.